quinta-feira, dezembro 31, 2009

HAPPY NEW YEAR (ON VENUS ;)

Não quero terminar o dia sem desejar um bom resto de ano e um FABULÁSTICO (como diz um amigo meu) 2010 a todos os que aqui passam (e aos que não, também). Que o ano que se avizinha seja rico em saúde, dinheiro (dá sempre jeito), paz, companheirismo, cumplicidade e AMOR!
Quanto a mim, em tempo de balanço, permanece a vontade e o desejo de ser, dia após dia e cada vez mais, uma pessoa melhor e (tentar) ser feliz (do meu modo).





P.S. Este ano até que promete!! Sabiam que 2010 é o ano de Vénus? Por isso, apraz-me pensar que o mundo ficará mais bonito, romântico e que se espera por dias melhores no aspecto amoroso ou familiar.

"2010 será ideal para as relações afectivas. O ano que vem será regido por Vénus, o planeta do amor, que representa o afecto e a capacidade de amar a si mesmo e ao próximo. Este planeta é regido pelos signos de touro e balança, que estão sempre numa procura incansável pela harmonia. Também é o astro da beleza e da criatividade artística".
Amor, charme, sedução, prazer e graça estarão em alta em 2010, ano regido por Venus, o planeta que regula a atracção entre homens e mulheres, a diplomacia e o desejo de assumir um compromisso. Esse é um planeta de natureza feminina. Se fosse uma mulher, Vénus se vestiria de rosa e de todas as nuances de azul. Usaria acessórios de esmeralda, lápis-lázuli, quartzo rosa, opala e jade. E se perfumaria com jasmim, rosa, flor de laranjeira e outros aromas cítricos e amadeirados. Por causa dele a vaidade também dará o tom nos próximos 12 meses. Ou seja: toda a gente ficará mais bonita em 2010. Deste modo será mais fácil encontrar uma paixão".

Digam lá que não promete?!... ;P


UM FELIZ E AMOROSO 2010!

quarta-feira, dezembro 30, 2009

Da cor da sombra (e com o famoso nó)

A tristeza é um sentimento que me procura e ocupa muitas vezes.
Podemos ficar tristes por palavras ou actos de alguém, pela miséria doutra pessoa, por um desastre ou cataclismo, por uma imensidade de coisas ...
Algumas vezes ficamos tristes sem saber bem porquê, sentimo-nos tristes e não conseguimos identificar a origem dessa tristeza... Talvez seja uma data de pequenas/ grandes coisas somadas, algo que nos tocou, algo que não nos recordamos ou não queremos lembrar...
Hoje estou assim, estou triste, e não sei porquê... Tenho a cor da sombra, a dor nos meus olhos, a alma coberta de negrume … os meus passos são fontes sem água e tudo ao meu redor... são escolhos…


It takes two ... Lets tango?

Shall We Dance? :P



E ...não resisti a esta "nova música" adaptada ao tango. Fantásticooo!!!




P.S. Dois bons filmes para rever (Scent of a Woman and Shall We Dance?). Sinto borboletas... e um último tango de um dos meus grupos favoritos... (se já o postei, paciência... é sempre um prazer ouvi-lo!)

Countdown




P.S. Hoje veio-me à memória esta música (a propósito de um post que li!)...E que para mim ficará sempre e irremediávelmente ligada à "Via Latina" e aos belos momentos de estudante por lá passados.
Era sempre a do encerramento... E ainda me lembro da "pena" reflectida nos olhos de quem não queria ir (já) para casa.

terça-feira, dezembro 29, 2009

segunda-feira, dezembro 28, 2009

Pensamentos lançados/dados ao vento


Não me importam casas de cristal, para mundos que se desmoronam já me bastam os meus!
Não quero que me prometam a possibilidade de algo incerto como quem promete pérolas a porcos esfomeados. Não estou assim tão desesperada, obrigada. Não. Mas não faz parte do meu lema viver com uma coleira ao pescoço... mesmo que esta tenha buracos para possivelmente, futuramente, me colocarem medalhas.




domingo, dezembro 27, 2009

Carousel

Life is like a Carousel: sometimes you're up and sometimes you're down, and sometimes you just go round and round.




P.S. Just remember to enjoy the ride!




Music of the day

Love is a dress that you made long to hide your knees...





sexta-feira, dezembro 25, 2009

Boas festas

Continuação de boas festas...




segunda-feira, dezembro 21, 2009

Distância ...


Não há distância entre nós...
E se tu permitires serei sempre:

A árvore que te dá sombra
O vento que te refresca a pele.
O pássaro que alegra as tuas manhãs
E o sol que te aquece o corpo.
A lua que ilumina as tuas noites
A estrela que te traz sorte.
O mar que te abre todos os caminhos.
O rio que te inspira calmaria.
A montanha que te dá confronto.
O porto sempre sempre seguro na tua volta
O navio disposto a conduzir-te
E o chão firme que protege os teus passos.
O tecto que te guarda das tempestades
O teu ombro amigo.

Como vês, não estou distante..
Basta que acredites em mim e me aceites como sou
E que à minha oferta apenas digas:
"SIM"
Porque eu estarei sempre aqui...


PS: Para quem é importante para nós, a distância pode causar saudades, mas nunca o esquecimento.
No entanto é algo que constrói, mas destrói o tempo todo.

sexta-feira, dezembro 18, 2009

quinta-feira, dezembro 17, 2009

PQP



Hoje foi ...mesmo um daqueles dias ...
PQP.. P%%%Q##P§§§§
Não há dúvida que o verdadeiro espírito de Natal ronda por aí!!! ..
Estou mesmo a precisar de férias...



P.S. Ando tão estafada que devo ter sido das poucas que não deu por nada, logo eu que adormeço sempre tão tarde (e com sono leve ... pois) ..., mas ontem dormi ferrada... não houve sismo que me acordasse...

terça-feira, dezembro 15, 2009

Nocturnos de uma noite fria


«Quando à noite me sento ao toucador para tirar a maquilhagem pergunto-me se fui eu que envelheci ou foi o espelho do quarto. Deve ter sido o espelho: estes olhos deixaram de me pertencer, esta cara não é a minha, estas rugas e estas nódoas na pele serão manchas da idade ou ácido do estanho a corroer o vidro? ...»

(António Lobo Antunes em O Esplendor de Portugal)


P.S: Espero que de certo modo tenha conseguido conservar a virgindade do olhar. Se consegui isso já não é mau...

Para aquecer o dia ...

Músicas simplesmente fantásticas do grande Nick Cave. Saudades ...





segunda-feira, dezembro 14, 2009

Sem cores ...



 "As pessoas são como arco-íris. Nós nunca nos entendemos nas sete cores, mas se nos entendermos em três ou quatro já é muito bom".

António Lobo Antunes

P.S. O problema é quando não nos entendem em cor nenhuma .. :(

sábado, dezembro 12, 2009

E porque ainda estamos no outono ...

Antes que as folhas caiam todas... por fim... ao abandono



Les sanglots longs
Des violons
De l'automne
Blessent mon coeur
D'une langueur
Monotone.

Tout suffocant
Et blême, quand
Sonne l'heure,
Je me souviens
Des jours anciens
Et je pleure

Et je m'en vais
Au vent mauvais
Qui m'emporte
Deçà, delà,
Pareil à la
Feuille morte.

(Paul Verlaine)

sexta-feira, dezembro 11, 2009

Será o segredo?

Love consists in looking together in the same direction.

- Antoine de Saint-Exupery

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Pensar em ti ...

Lindo esse teu olhar
No qual não páro
de pensar
Nessa tua boca tão difícil
de beijar
Aumenta em mim
O desejo de te tocar
Anseio sempre ao pé
De ti estar
Mas o que eu quero
Mesmo é abracar
Olho para ti e começo
Já a imaginar
Todo o teu corpo sentir
Tocar e acariciar ...
Espero nunca deixar
de te ...

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Thank you ...



«O difícil não é dar, é não dar tudo.»
Sidonie Colette


O difícil não é senti-lo, mas dizê-lo.
Nina

domingo, dezembro 06, 2009

Nostalgia ...




« ...
C'était pourtant bien,
De danser très doux,
Et de se fondre au point
D'oublier tout autour de nous.
...
On ne verra plus,
Ces joue contre joue,
Entre deux inconnus,
Qui n'avaient pas de rendez-vous.
Mais on verra bien,
C'est gagné d'avance,
Les amoureux de demain,
Vont nous inventer d'autres danses.
...»

LINDA esta letra/ música :D

sexta-feira, dezembro 04, 2009

I' d rather be alone than be here unhappy


I'd Rather be Alone
I don't mind the quiet nights.
Don't mind the lack of fights.
Mistelling of the truth.

I'd Rather be Alone
It might feel good on a lonely night ...

Hoje

Deixa-me ficar no meu canto, enquanto a vida segue lá fora... (pouco me importa)

Nocturnos ao luar


Eis-me aqui a pensar enquanto a noite cobre a terra de negro, o olhar triste poisado na ausência e a escrita livre e solta em desassossego repouso... no alto a lua cheia, tão triste... como eu...
As pálpebras descerram, lançando, no claro olhar iluminado, uma noite sem calma nem repouso...  o  coração confuso em parafuso abandona-se ao sabor dos enganos, cheio de dor... e a alma (repleta de sonhos) anteagonizando, já, quimeras perdidas e pressentidas que mais tarde hão-de vir (concerteza) com o (de)correr do tempo...




***
Deixemos num respirar o sopro imenso do turbilhão da existência do que é SER…
Deixemos num sorriso a mágoa triste da melancolia…
Deixemos num beijo o sabor agreste de toda a raiva contida…
Deixemos num abraço a frieza calma da insensibilidade…
Deixemos num sonho a despedida do sentimento...
Deixemos num momento a vida a escorrer-nos pelo nó dos dedos...
Deixemos o tudo do nada... Deixemos o nada do tudo...
Deixemos a vida… Deixemos o sonho… Deixemos os laços ...
Deixemos a certeza... Deixemos a dúvida...
Deixemos as palavras ...
Deixemos... Deixemos ...

Utopia


"A utopia está lá no horizonte. Me aproximo mais dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Seve para isso: para que eu não deixe de caminhar".



Eduardo Galeano (poeta do Uruguai)

quinta-feira, dezembro 03, 2009

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Where?




"A broken heart always goes to where is loved most and that is to u and love can hurt wen it goes and it can be amazing wen it stays"

Let the time decide

terça-feira, dezembro 01, 2009

Se fosse algo diferente...

Se fosse um mês: Setembro
Se fosse um dia da semana: Sábado
Se fosse uma hora do dia: 24H30
Se fosse uma direcção: Sul
Se fosse um móvel: A minha cama
Se fosse uma bebida: Café
Se fosse uma pedra: Pedra da calçada (portuguesa)
Se fosse uma árvore: Ácácia
Se fosse uma fruta: Cereja
Se fosse uma flor: Rosa (porque têm espinhos mas não deixam de ser ...)
Se fosse um Clima: mediterrâneo
Se fosse uma Estação: Verão
Se fosse um Instrumento musical: Piano
Se eu fosse um elemento: Água
Se eu fosse uma cor: Azul
Se eu fosse uma criatura mágica: Fénix
Se eu fosse um insecto: Abelha
Se fosse um som: O da palavra "Je t´aime"
Se fosse uma música: "One" dos U2
Se fosse um sentimento: Amor/ paixão
Se fosse uma personagem da mitologia Grega: Afrodite ^^
Se fosse uma comida: Spaghetti à Bolonhesa
Se fosse uma palavra: Nós
Se eu fosse um poema: de FlorBela Espanca "Ser Poeta"
Se fosse um lugar: Tibete
Se fosse um sabor: Capuccino
Se fosse um Cheiro: O da terra molhada
Se fosse um verbo: Intensificar
Se fosse um Objecto: Um livro
Se fosse uma parte do corpo: Os olhos...
Se fosse uma expressão facial: Um sorriso
Se fosse uma personagem da Banda Desenhada: Candy
Se fosse um filme: Love actually
Se fosse um número: 2 (13)
Se fosse um acento: ^
Se fosse um sinal de pontuação: ;
Se fosse uma peça de calçado: Uns sapatos altos de bico (ou umas sandálias)
Se fosse um acessório: anel
Se fosse um adjectivo: tonta
Se fosse um gesto: Um Beijo e/ou o Entrelaçar dos dedos...
Se fosse um tique: Puxar o cabelo para trás
Se fosse um quadro: Seria, sem dúvida, Der Kuss by Gustav Klimt.

segunda-feira, novembro 30, 2009

Simply ... Words (but not so simple)

Marretas homenageiam tema dos Queen "Bohemian Rhapsody"

Está DEMAIS!!!!!!!! :D

Reflexões

A melhor forma de amar é a nua e crua, despida de armaduras, armas, artifícios, pré-conceitos, medos, inseguranças ou receios.
A melhor forma de amor é amar e ser amado em nudez, mas é ... raro (mesmo que não impossível) encontrar um amor assim! Um amor que não precise de roupas para nos aconchegar o coração, nem de capas para o proteger...
Estranhamente não é (nada) fácil "despir-nos" e pormo-nos a "nú"!...
Ironicamente achamos preferível uma serenidade medíocre aos tumultos de amor... Do you mind what i min?





«Chegaste. Eu não te esperava. Contigo trouxeste a ternura, o desejo e, mais tarde, o medo. Chegaste e eu não conhecia essa ternura, esse desejo. Em casa, no meu quarto, neste quarto, revi os teus olhos na memória, a ternura, o desejo. E, depois, aquilo que eu sabia, o medo.

E passou tempo.

Eu e tu sentimos esse tempo a passar mas, quando nos encontrámos de novo, soubemos que não nos tínhamos separado.»

In José Luís Peixoto

sábado, novembro 28, 2009

Lugar só meu ... tão meu ...

Fall



Every time I’m falling down
All alone I fall to pieces
Every time I’m falling down
All alone I fall to pieces
Every time I’m falling down
All alone I fall to pieces
Every time I’m falling down
All alone I fall to pieces


[Whatever... It doesn't matter anyway... I fall to Pieces...]

...

E porque há dias, ou noites, horas, minutos ou segundos, ou instantes... em que precisamos (desesperadamente de) lamber as nossas próprias feridas ...
Alívio? Sufoco? Prevenção? Redenção ou simples evasão?... Não sei ... Na verdade não faço a mais put@  ideia... Whatever...I t doesn't matter anyway...




quinta-feira, novembro 26, 2009

Mergulha nos sonhos


Mergulha nos sonhos
ou um lema pode ser teu aluimento
(as árvores são as suas raízes
e o vento é o vento)

Confia no teu coração
se os mares se incendeiam
(e vive pelo amor
embora as estrelas para trás andem)

Honra o passado
mas acolhe o futuro
(e esgota no bailado
deste casamento a tua morte)

Não te importes com o mundo
com quem faz a paz e a guerra
(pois deus gosta de raparigas
e do amanhã e da terra)

E. E. Cummings, in "livro de poemas"
Tradução de Cecília Rego Pinheiro

Thought of the day

And I... Just wish that I didn't feel like there was something I missed...
Did I Miss Something?

terça-feira, novembro 24, 2009

A deep wish to be saved ...

Simplesmente ADORO esta música!(sei que já a repeti neste espaço, mas que importa...)

segunda-feira, novembro 23, 2009

E no espelho é-me estranha e longínqua a minha face ...

«Chamo-Te porque tudo está ainda no princípio
E suportar é o tempo mais comprido.

Peço-Te que venhas e me dês a liberdade,
Que um só dos teus olhares me purifique e acabe.

Há muitas coisas que eu quero ver.

Peço-Te que sejas o presente.
Peço-Te que inundes tudo.
E que o teu reino antes do tempo venha.
E se derrame sobre a Terra
Em primavera feroz pricipitado.»

***
«Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo

Mal de te amar neste lugar de imperfeição
Onde tudo nos quebra e emudece
Onde tudo nos mente e nos separa»

De Sophia de Mello Breyner Andresen



P.S.: And I... Just... wish that I didn't feel like there was something I missed...

sexta-feira, novembro 20, 2009

Divagando ...

"A felicidade que sinto quando te (pres)sinto, vejo e oiço, é tua? É minha? Ou será nossa?"

Le Premier jour du reste de ta vie ...

Recomendo! Um filme que vi no passado fim-de-semana. A Banda sonora é excepcional...
(para quem não conhece esta música é do Etienne Daho e a letra é soberba...). É uma pena que o cinema francês seja tão pouco divulgado!



E porque a qualquer momento pode ser o primeiro dia do resto das nossas vidas!

E já é sexta-feira (almost) perfect day

E hoje... acordei ao som de ...



com sono, mas bem disposta... pudera é quase fim de semana! :)

quinta-feira, novembro 19, 2009

The Fall

O novo álbum de NORA JONES - THE FALL está aí. Ainda pouco ouvi, mas rendi-me a este December. Segundo a cantora, derivado a muitas mudanças na sua vida pessoal sentiu necessidade de mudar também a sonoridade da música, do Jazz lança-se agora no som Pop. Um pouco diferente, mas GOSTEI :)

Music of the day



Enjoy...

quarta-feira, novembro 18, 2009

Post para mulheres (recebido por e-mail) ...


« A pessoa certa não é a mais inteligente, a que nos escreve as mais belas cartas de amor (no século passado, porque agora são mais e-mails e sms ihihi), a que nos jura a paixão maior ou nos diz que nunca se sentiu assim (como é?!). Nem a que se muda para nossa casa ao fim de três semanas (quem te convidou?) e planeia viagens idílicas ao outro lado do mundo.
A pessoa certa é aquela que quer mesmo ficar connosco (temos dúvidas). Tão simples quanto isto (é bem mais complicado...). Às vezes demasiado simples para as pessoas perceberem (alguém realmente entende?!). O que transforma um homem vulgar (ou o chamado sapinho) no nosso príncipe é ele querer ser o homem da nossa vida.
E há alguns que ainda querem! (será mesmo?)
Os verdadeiros "Príncipes Encantados" (todas sabemos que não existem naturalmente, desculpa desiludir-te, aposto que acreditas no Pai Natal...já agora!) não têm pressa na conquista porque como já escolheram com quem querem passar o resto da vida (umas quatro ou cinco vezes, repetidamente), têm todo o tempo do mundo...
O Príncipe é um Príncipe porque governa um reino, porque sabe dar e partilhar, porque ajuda, apoia e nos faz sentir que somos mesmo MUITO importantes (hum...)
Claro que com tantos sapos no mercado, bem vestidos (por vezes), cheios de conversa e tiradas poéticas, como é que não nos enganamos? (e não é que é todos os dias) É fácil (será?). Primeiro, é preciso aceitar que às vezes nos enganamos mesmo (mas dia sim, dia sim é demais!). E depois, é preciso acreditar que um dia podemos ter sorte(ou azar...) E como o melhor de estar vivo é saber que tudo muda, um dia muda tudo (ou fica tudo na mesma como a lesma) e ele aparece (quiçá...)
Depois, é só deixa-lo ficar (se for o dia de sorte dele) um dia atrás do outro (até ver) ... e se for mesmo ele, fica (se não boa viagem lol).»

Anónimo (sem dúvida que deve ter sido escrito por uma mulher :)

OBS: Informa-se que o que está entre parentis é da minha (única e exclusiva) responsabilidade :D

terça-feira, novembro 17, 2009

O número e o beijo ...

"O beijo é uma expressão de amor, carinho e paixão. Cada pessoa tem um jeito próprio de beijar, de acordo com sua maneira de sentir, de se expressar, de amar. Há o beijo roubado, o apaixonado, o tímido, o correspondido, o sensual,o arrojado, .. Seu nome pode dizer que tipo de beijo é o seu. Como você se manifesta nessa relação de carinho e paixão."
Confere aqui e descobre a tua maneira de beijar ;):

http://aparecidaliberato.terra.com.br/calcule10.php


P:S: A propósito a mim deu-me o Número 8... LOL
«As pessoas de número 8 têm beijos intensos e veementes e conseguem arrancar suspiros. Como são racionais, gostam de conquistar, são sedutoras e, na maioria das ocasiões, conseguem, porém tudo de maneira planejada. Elas nunca mergulham em uma relação e suas decisões são analisadas e estudadas a fundo previamente. O que elas querem é ser inesquecíveis. Querem ser o centro das coisas, adoram um elogio. Seus beijos refletem seu desejo de poder, são prolongados e dominadores, às vezes, quase tiram o fôlego do outro.Seu enorme magnetismo faz com que sejam irresistíveis para o sexo oposto, e normalmente despertam grandes paixões, porém ainda que elas esperem dedicação exclusiva, não costumam agir da mesma maneira. São inconstantes e podem ter beijos frios e automáticos, quando estão envolvidos em algum projeto. É necessário conhecê-las bem para saber que sua indiferença não significa falta de amor.»

Como é???!!! Também que exagero ...Só falta dizer que sou uma Mata Hari ...




Para variar .... sei lá ... sei lá



***

segunda-feira, novembro 16, 2009

Dass



Mas afinal... onde andavas tu com a cabeça?...

FEELINGS



Costuma dizer-se que o pensamento não se mede, nem se vê… e que o sentimento também não se mede, nem se vê. Ora, se nem o pensamento, nem o sentimento se medem ou se vêem, se são (aparentemente) iguais, então porque é que um vale mais do que o outro, porque damos mais peso a um do que ao outro??!!
Porque ... o sentimento dói, e o pensamento ajuda a não doer, por nos tapar a emoção. Ou seja, a nossa existência é baseada num racionalismo que (muitas vezes) não nos permite viver em contacto com o que sentimos, nem nos encoraja a expressar as nossas (verdadeiras) emoções. Antes preconiza a fuga do sentimento!...
E é urgente começar a (re)aprender a (con)viver com o que sentimos .... Porque afinal o que sentimos é (muito) importante. Porque enquanto não o aceitarmos, não podemos revelar quem somos de verdade...
E SER é juntar a razão ao coração!
SER é saber que o sentir determina tudo! Determina o objectivo, o foco e como chegar lá. Determina se estás no caminho certo ou se ainda não o encontraste!
SER é saber sentir. É utilizar a mente para dar vida ao que sentes...
Mas para isso é preciso entregares-te e (re-aprenderes a) confiar ...



P.S. E já que estou numa de Robbie Williams não resisti a
.... mais esta ... SORRY... (hoje tou lamechinchas mesmo :)


Deixa andar ... deixa ser... deixa acontecer ...

“O Lobo”

Tenho o teu abraço cheio
com a solidão no meio
que não deixa abraçar
Tenho o teu olhar presente
e o desenhar do movimento
do teu corpo a chegar
Tenho o teu riso sentado
e o mistério do teu lado
que preciso desprender
Tenho o corpo a correr
Tenho a noite a trespassar
Tenho medo de te ver
É perigoso este perfume
e a memória do teu nome
é de fogo o que nos une...
tenho o espaço indeciso
dá-me mais porque preciso
mais um sopro do que tens
Mesmo longe caem rosas
como pedras preciosas
que confundem a razão
O mistério do teu lado
entre o certo e o errado
bem e mal em discussão
Volta o teu abraço cheio
com o coração no meio
volto eu a disparar
Não percebo o que é que queres
Diz-me tu o que preferes
Ir embora ou ficar?
Este tempo intermédio
Entre a paz e o assédio
Não me deixa evoluir!
Não é dor nem fogo posto
é amar sem ser suposto
é dificil resistir...
deixa andar, deixa ser
quando queres entender
o que não podes disfarçar
escolhes não sentir
mas não é teu para decidir
se faz bem ao coração
largar o que é em vão
Meu amor esta vontade
Meu amor se é verdade
Meu amor se queres saber
Abre espaço no que é teu
Para te dar o que é meu
Deixa andar... deixa ser.
faz bem ao coração
largar o que é em vão


Retirado de. http://tiagobettencourtemantha.blogs.sapo.pt/


P.S. Sem palavras! Apenas a vontade de querer deixar ser ... andar ... acontecer ...

domingo, novembro 15, 2009

sexta-feira, novembro 13, 2009

Sexta-feira 13


Saiu de casa com um sorrizinho parvo estampado no rosto e um brilhozinho no olho ...
E do sonho ... que sonhou, mas do qual não se lembra! Ou seria ...
Da celebração de um BOM DIA?!


P.S. Derrete-se na boca e não nas mãos... LOL

Lembrei-me ...

...
So do I, so do I
...


quinta-feira, novembro 12, 2009

Ouvida hoje no trabalho

"Quando as mulheres estão apaixonadas não nos saiem de cima, quando não estão dificilmente as conseguimos pôr por baixo"


LOL


ADENDA: Dito por alguém que está casado há (apenas) 4 meses!!

quarta-feira, novembro 11, 2009

Serenata nocturna ...

Fantástica esta música! Tão... tão....
(bem ao menos que valha a pena!...)

terça-feira, novembro 10, 2009

Find me guilty...


A vida é o que é!...
Culpamos Deus, o destino, a má sorte, os outros.... mas no fundo somos nós os responsáveis! Pelas nossas (más) escolhas, enveredamos por determinados caminhos. Somos nós os únicos culpados, mas é muito mais fácil culpar os outros...
A vida é o que é! E somos nós que fazemos dela um CONTRATO bem fodido ....! Cheio de cláusulas e indeminizações!..



« A idiotice é vital para a felicidade. Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins. No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você.
Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele. Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.
Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça? hahahahahahahahaha!...
Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?
É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí, o que elas farão se já não têm por que se desesperar? Desaprenderam a brincar.
Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não. Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa. Dura, densa, e bem ruim. Brincar é legal. Entendeu? Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço, não tomar chuva. Pule corda!
Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte. Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável.
Teste a teoria. Uma semaninha, para começar. Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são: passageiras. Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...
Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!
Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?»

Por Arnaldo Jabor

P.S. : QUERO SER UMA GRANDE IDIOTA!

O antes, o agora e o depois ...

«Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado
Juntando o antes, o agora e o depois ...»

Música e letra perfeitas!


Poemas de amor (ele e ela lol)



POEMA ESCRITO POR ELE (o noivo):



Que feliz sou eu, meu amor!
Já, já estaremos casados,
o café da manhã na cama,
um bom suco e pão torrado

Com ovos bem mexidinhos
tudo pronto bem cedinho
depois irei pro trabalho
e voce para o mercado


Daí você corre prá casa
rápidinho, arruma tudo
e corre pro seu trabalho
para começar seu turno


Você sabe que de noite
gosto de jantar bem cedo
de ver voce bem bonita
alegre e sorridente

Pela noite mini-séries
cineminha bem barato
nunca iremos ao shopping
nem a restaurantes caros


Você vai cozinhar pra mim
comidinhas bem caseiras
pois não sou dessas pessoas
que gosta de comer fora...


Você não acha querida
que esses serão dias gloriosos?
Não se esqueça, meu amor,
que logo seremos esposos!



POEMA ESCRITO POR ELA


Que sincero meu amor!
Que oportuna tuas palavras!
Esperas tanto de mim
que me sinto intimidada


Não sei fazer ovo mexido
como sua mãe adorada,
meu pão torrado se queima
de cozinha não sei nada!


Gosto muito de dormir,
até tarde, relaxada,
ir ao shopping fazer compras
com a Mastercard dourada


Sair com minhas amigas,
comprar só roupa de marca
sapatos só exclusivos
e as lingeries mais caras


Pense bem,que ainda há tempo
a igreja não está paga
eu devolvo meu vestido
e voce seu terno de gala

E domingo bem cedinho
prá começar a semana,
ponha aviso num jornal
com letras bem destacadas


HOMEM JOVEM E BONITO
PROCURA ESCRAVA BEM LERDA
PORQUE SUA EX-FUTURA ESPOSA
MANDOU ELE IR Á MERDA!!!!!!



P.S.:  São bem visíveis a diferenças e as expectativas entre eles e elas LOL...

Pensamento do dia

Saber viver é tornar cada momento, um momento inesquecível!
Saber viver é deixar que os sorrisos se espalhem e contagiem quem está à nossa volta!
Saber viver é amar cada momento, apesar do que se poderá passar amanhã!

segunda-feira, novembro 09, 2009

Horóscopo

Previsão Diária: Segunda, 9 de novembro de 2009
Você está vivendo um dos melhores momentos do ano. No entanto, você deve manter o excesso de otimismo sob controle. A fase é de muitas alegrias, com abertura de portas e novos acordos. No amor, é possível que algo novo aconteça para a melhora da relação. Caso esteja só, não será por muito tempo.


Previsão para o mês de Novembro

Nesta fase você estará mais fechado e fazendo um balanço de sua vida afetiva e de suas verdadeiras necessidades emocionais. Você tem até estranhado tamanha seriedade e necessidade de estrutura nesse setor. Procure se abri um pouco que seja, mas certamente amores passageiros não estão nos seus planos pelo menos nas próximas três semanas.


P.S.: Como é?!!!!

Constatações


Nem tudo o que parece, de facto é!
 ***
Nem tudo o que nos dizem é para acreditar...
***
Nem tudo o que se fala é para relevar...
***
Nem tudo o que se ouve, é!

domingo, novembro 08, 2009

Landscape




Contemplando a fumaça deste maldito cigarro
perco-me na imensidão da minha tristeza
e vejo, na esteira das minhas recordações,
retalhos amontoados dos tempos de paz
onde o amor dava-me uma imensa
alegria de viver.

Hoje, de mãos dadas com a saudade,
caminho sem destino tentando conter
lágrimas teimosas que rolam por minha face.

Lamento o tempo perdido e
sinto feridas cicatrizadas serem reabertas
pelas lembranças que me conduzem
a essa estrada, margeada por pedras soltas,
onde repousam as minhas recordações.

Nelas vislumbro pequenas visões
de sonhos interrompidos e muitos retalhos esfarrapados
de um amor fracassado. Diluído pelo tempo e derrotado
pelas mágoas, decepções e ressentimentos
que tatuaram marcas profundas em minha alma.

Perdido nessas lembranças,
fixo o olhar no horizonte e entrego-me a devaneios
que só minha alma conhece.

Um misto de tristeza e saudade me conduz
aos áureos tempos em que ostentava
e habitei um coração apaixonado.

Recordo momentos felizes que um dia
escreví na história de minha vida e
sinto um imenso vazio no fundo do meu ser.

Como botões que jamais se abrirão em rosas,
fecho-me em carinhos contidos que
hoje são meros frutos de uma safra sem colheita
e percebo, enfim, que tudo acabou...

By Magno R Almeida "Desilusões"

500 Days of Summer (She´s like the wind?)

(Visto ontem!)
Gostei do filme (a banda sonora - também - excelente, onde podemos ouvir The Smiths - There Is A Light That Never Goes Out and Please, Please, Please, Let Me Get What I Want; Patrick Swayze - She's Like The Wind; The Doves - There Goes the Fear; Hall & Oates - You Make My Dreams; Simon & Garfunkel - Bookends; Mumm-Rah - She's Got You High; etc...) com uma história bem realista, boa sequência, em que facilmente nos identificamos e a fazer-nos acreditar que depois do Verão há sempre um Outono à nossa espreita (Where is My Autumn?) ... e ... mais não digo! :)



 


P.S: Deu-me vontade de rever o Dirty Dancing e imensas saudades das músicas:  Hungry Eyes; Time of my life ...  e oh My God ... Lover boy ;)

sábado, novembro 07, 2009

Prête-moi ton épaule que j'y oublie mes peurs ...Et reste cette épaule que j'y allège mon coeur


Subitamente invade-me a saudade
Saudades do que nunca fomos
Dos dedos entrelaçados que nunca tivemos
Das mãos dadas que nunca demos
Dos passeios onde nunca estivemos
Dos abraços nunca sentidos
Dos beijos nunca saboreados
Do amor que nunca fizemos

Subitamente as ruas ficam desertas,
E os quartos cheios de amantes, namorados
Ou meros encontros ca(u)suais!
De silhuetas, sombras, risos e cumplicidades
E também de ... Saudade...

sexta-feira, novembro 06, 2009

Sometimes i feel so insecure ... and ..

A minha "versão" preferida! A original .. com as notas finais do piano ... Belíssimo!

Ouvida no caminho...

So romantic! ...

quinta-feira, novembro 05, 2009

Lido por aí ...

"Por mais duro que alguém seja, derreterá no fogo do Amor. Se não derreter é porque o fogo não é suficientemente forte.”

Anónimo


P.S. Será??! E tu já (te) derreteste? LOL

quarta-feira, novembro 04, 2009

... I know, I know, I know times are changing...

I never meant to...
I only wanted to...


A não esquecer ...

Três coisas em demasia e três coisas em falta são perniciosas aos homens: falar muito e saber pouco; gastar muito e possuir pouco; estimar-se muito e valer pouco.

segunda-feira, novembro 02, 2009

Humor negro

Há sempre alguém que está em pior situação que nós ...





Folha do dia

"O trabalho poupa-nos de três grandes males: tédio, vício e necessidade"


Voltaire


It's a crazy crazy day!!!I got a thing that...

Vole vole, petite flamme... Vole mon ange, mon âme...

Vole vole petite aile
Ma douce, mon hirondelle
Va t'en loin, va t'en sereine
Qu'ici rien ne te retienne

Como um dia de domingo ...


Mais um dia que passou...
As ocupações foram canalizando os pensamentos e os sentidos em diversas direcções, em rumos incertos... Os pequenos momentos de lazer/prazer foram como que soprados pelo vento e tocados pela chuva que caía copiosamente ... sempre sem tocar na chama que se incendiava e se propagava depressa demais.
Isto para quem (já) não queria se queimar... ou nem tinha lenha!

No final do dia a exaustão do corpo parecia esmorecer ainda mais a ténue claridade do fogo quase a extinguir-se e isso visivelmente notava-se no cansaço do seu olhar ...

sexta-feira, outubro 30, 2009

Requiem

Estes meus tristes pensamentos
vieram d' estrelas desfolhadas
pela boca brusca dos ventos?

Nasceram das encruzilhadas,
onde os espíritos defuntos
põem no presente horas passadas?

Originaram-se de assuntos
pelo raciocínio dispersos,
e depois na saudade juntos?

Subiram de mundos submersos
em mares, túmulos ou almas,
em música, em mármore, em versos?

Cairiam das noites calmas,
dos campos dos luares lisos,
em que o sono abre mansas palmas?

Provêm de fatos indecisos,
acontecidos entre brumas,
na era de extintos paraísos?

Ou de algum cenário de espumas,
onde as almas deslizam frias,
sem aspirações mais nenhumas?

Ou de ardentes e inúteis dias,
com figuras alucinadas
por desejos e covardias?...

Foram as estátuas paradas
em roda da água do jardim...?
Foram as luzes apagadas?

Ou serão feitos só de mim
estes meus tristes pensamentos
que bóiam como peixes lentos
num rio de tédio sem fim?

Cecília Meireles




quinta-feira, outubro 29, 2009

The Day Before The Day bye

Cala-se o grito
Oriundo do peito
Secam-se as lágrimas
Que teimam em cair
Sustem-se a respiração
Já não sou a tua menina
Não sou nada!
Sou de ninguém!

Puta de vida

Tens razão!!!!
Afinal a vida não é mais que uma velha puta que se oferece ao primeiro que se atreve a tratá-la como tal!


Medodiálise

Como drenar o medo que te corre nas veias?
Como estancar a esterilidade oca do tempo?

Falhas ...

Viver é falhar e no entanto avançar, com e/ou sem medo de falhar uma vez mais! Mas só vive quem falha e prossegue a batalha indiferente aos sinais da desistência, porque a vida não é uma ciência exacta que se aprende, mas algo que apenas se entende por mera coincidência!

(...)

Com os pés... no chão... Me distancio... de ti...
Como se num lugar... Longínquo... lá longe...
Te pudesse... Ver de muito... mais perto...
Sim... Percebo... que não me... entendas...
Mas não entendo... que não me... percebas...
Teu sorriso... escondido... até tímido...
Ou envergonhado... sem dares conta... de que também...
Eu... ainda... estou aqui... encantada... a te olhar...
Teu cheiro... Que se evapora... dentro...
De meu coração...
Como nuvens... ao meu redor...
Eterno momento... será... como poesia...
Escrita... descrita...lida
Por humildes... dedos...
Como ao dedilhar... as notas... de um piano...
Como as folhas... que não guardo... mais...
Na gaveta... Sim... a mesma gaveta... cheia... de um vazio...
Que cerrado... em meu peito... acabou... por acabar...
Nunca... se tem direito... a algo...assim...
Como almofada... que aconchega... o pensamento...
Á noite... de tarde... numa manhã... pela madrugada...
Na cúpula... do alto... uma voz... que chama... por ti...
Por mim... Por vozes... que em conjunto... ecoam em salas...Vazias ...
Cheias de preces...vontades e desejos...
Que para... muitos... cumpridos... nunca serão...
Já foram...
Posso esperar... mas não tenho tempo... Pois...
Ele vai partir... E não espera... por mim...
Como eu... posso esperar por ti...

quarta-feira, outubro 28, 2009

Estado de espírito

Hoje sinto-me assim ... uhuhuhu

Pensamento

... E o coração quer alcançar ... Não sei bem o quê! Não sei bem quem nem quando!

Orphan- Esther's Song(The Glory of Love)

Gostei!

terça-feira, outubro 27, 2009

Pensamento do dia

" Um homem nunca sabe aquilo de que é capaz até que o tenta fazer.”
(Charles Dickens)


P.S. Os maiores entraves são aqueles que colocamos a nós mesmos!

quinta-feira, outubro 22, 2009

quarta-feira, outubro 21, 2009

Poema da desilusão

O poema da desilusão não tem rimas, nem alegria
Poema feito de sonhos não alcançados e tristezas
De amores não vividos e vidas desperdiçadas
Poema feio, fraco, pobre e de palavras soltas

De passado nulo, presente ausente e sem futuro
Não há do que se arrepender, nem se recordar
Na verdade não há nada, amnésia talvez
Não há saudade, nostalgia, remorso, dor...

Exista talvez algumas histórias interessantes
Às vezes alguns raios de luz em sonhos
Mas, nunca se sabe o que eles dizem
E o segredo é o que mais consome e sufoca

Na batida de um coração o silêncio do outro
Nas palavras de carinho, nenhuma resposta
num beijo de amor a pueril satisfação
E nada mais que não seja visível ou palpável

Por Luis Henrique Bossi Veloso

Secondhand Serenade