segunda-feira, dezembro 29, 2008

Escrava e senhora

Último dia de férias. Não dormi quase nada, deveria ser da ansiedade ou do stress. Acordei cedo! Logo eu que adoro dormir!
Preparei-me para ir ao cartório onde li e reli o contrato com atenção desdobrada, enquanto na minha mente martelava a lenga-lengua do "na sáude e na doença, na riqueza e na pobreza, no trabalho e no desemprego, nos bons e maus momentos, em todos os dias da tua vida até que a morte vos separe"...
Assinaturas e mais assinaturas, com direito a explicações sobre o grande passo que estava a dar, direitos e deveres, ou melhor vínculos e mais vínculos! Naqueles escassos e longos minutos, já era... estava presa para todo o sempre ou pelo menos até aguentar as bodas de prata e de bengala na mão!
No final, perguntaram-se: " como se sente ?".
"Sinto um peso enorme nos ombros, é uma grande responsabilidade!". (Tou fod..a pensava, agora não posso voltar atrás!).
Calma, calma, sustenham a respiração! ... Não me casei com nenhuma beldade ... lol, mas bem pior ... tornei-me escrava e senhora! Contrai matrimónio com o meu banco! Hoje foi a escritura do meu novo apartamento!

Um comentário:

Ariane disse...

Querida Nina, não sei se foi verídico isso, mas fiquei felicíssima por ti, e espero que em breve seja eu a esse matrimônio contrair! Ficção ou não, bjos no coração!