sábado, março 13, 2010

Fácil de entender ... (ou talvez não)

Nem sempre é fácil fazer com que nos entendam!
Na maioria das vezes pensamos/ sentimos uma coisa e fazemos ou dizemos outra. Outras vezes dizemos algo e as pessoas entendem exactamente o oposto ou entendem de outro modo, que no fundo nada tem nada a ver com o que pretendíamos dizer/ fazer! ...Acho que nas palavras escritas acontece o mesmo...
Tudo isso a propósito de um post, abaixo escrito, um amigo veio-me fazer uma pergunta...
Das duas uma ou expresso-me muito mal e sou confusa, ou então (que é o que eu acho) é tudo uma questão de perspectiva!
Tal como a (nossa) beleza está nos olhos de quem nos vê, também a interpretação do que escrevemos está nos "olhos" (mente) de quem nos lê...




P.S. : Li o respectivo post e ... continuo a não interpretar do mesmo modo que tu! :D

3 comentários:

Ivan Mota disse...

Se virmos bem, mesmo em situações deste estilo - mais divergentes - existe beleza. A nossa língua é capaz de se expressas de 1001 maneiras diferentes. F.Pessoa que o diga.

Servant of the Most High disse...

Hi,

Nice blog.

Here is a blog that serves for your spiritual needs...
It has messages from the Holy Scriptures that teach us how to have GOD in all the aspects of our lives, and allow GOD's rule in every matter.

http://www.holyoneofisrael-reconciliation.blogspot.com

Have a blessed reading.

God bless you.

Antônio Moura disse...

As palavras mal conseguem expressar nossos processos internos, Nina. Concordo com você. Nossas interpretações das palavras alheias têm sempre como ponto de partida os nossos próprios processos. "Fale-me de minhas palavras e exorcise o que lhe pertence".
A propósito, você não tem nada de confusa! Forte abraço!