sexta-feira, junho 24, 2011

Ouvido na rua

« Camarão que dorme, a onda leva »